Skip to content

Foto

ondas
o QUE É METALENTE

Descubra o que é metalente e como essa tendência influenciará no futuro da fotografia

09 de setembro de 2022

Com o passar dos anos e o avançar da tecnologia, é natural que novos recursos sejam incorporados nos mais variados segmentos do mercado, trazendo mais eficiência, dinâmica e melhores resultados. Pensando nisso, resolvemos preparar um post explicando o que é metalente e mostrando como essa tendência influenciará no futuro da fotografia.

Trata-se de um assunto que já vem chamando a atenção, tanto de profissionais quanto de fotógrafos amadores, tendo em vista que promete revolucionar o segmento e deixar para trás diversos dos modelos que temos hoje, mesmo aqueles considerados de alto padrão. Continue a leitura e aprenda mais sobre essa incrível ferramenta.

O que é uma metalente?

De forma resumida, podemos dizer que uma metalente é uma superfície extremamente plana, adaptável e ultrafina, feita a partir de nanoestruturas capazes de focar a luz. Com isso, ela vem se tornando uma tendência na ótica, substituindo modelos antigos de vidro e promovendo uma diminuição ainda maior dos dispositivos que captam imagens.

Vale ressaltar que isso vale tanto para câmeras quanto para smartphones, que sofrem um processo de miniaturização natural com o passar dos anos, ao mesmo tempo em que ganham capacidade de captação e entregam melhores resultados. Com discretos movimentos laterais, será possível fazer os ajustes no zoom óptico, foco automático e muito mais.

Na comparação, uma lente comum tem variações de espessura entre as bordas e o centro, focalizando os raios luminosos em um ponto específico. Já na superfície da metalente, a luz também pode ser desviada ao ponto focal, mesmo com bem menos material. A resolução de uma lente normal de 5 cm, por exemplo, pode ser atingida com apenas 600 nanômetros.

Como uma metalente funciona?

O desenvolvimento da metalente demandou muito trabalho, investimento e criatividade por parte dos pesquisadores. Afinal, ela se vale de um conjunto de nanoestruturas que, mesmo com tamanhos extremamente discretos, tem uma ampla capacidade de controlar as propriedades da luz. Com isso, tem aplicabilidade em variados segmentos do mercado.

No universo fotográfico, como dissemos, as maiores vantagens parecem se dar na capacidade de permitir dispositivos cada vez menores, como câmeras e smartphones. Também têm aplicações na fabricação de componentes de informática e de entretenimento, inclusive por meio de projeções e na criação de hologramas tridimensionais incríveis.

Quais são os desafios das metalentes?

Por mais que a metalente já venha chamando a atenção de muita gente, o seu pronto desenvolvimento ainda envolve muitos desafios. Isso ocorre porque, se há alguns anos o auge da tecnologia era uma câmera que revelava foto na hora, hoje as coisas mudaram muito e os consumidores exigem o máximo de qualidade em qualquer resultado.

Sendo assim, a dificuldade que as metalentes têm atualmente em equilibrar diferentes combinações de cores em um mesmo espectro, por exemplo, certamente é um problema considerável. Isso ocorre pelo fato de que as cores contam com diferentes comprimentos de onda e se movem por entre os materiais com velocidades distintas.

Na prática, o que acontece é que um objeto em uma tonalidade vermelha, por exemplo, terá seus raios luminosos se projetando mais rapidamente do que outros em tons azuis, o que fará com que as duas cores não alcancem o ponto focal ao mesmo tempo. Dessa maneira, a imagem pode perder qualidade e acabar com aberrações cromáticas.

Metalentes são o futuro da fotografia?

É inegável que as metalentes são uma das tendências para os próximos anos na fotografia, mas é preciso compreender como a opção vai se comportar em setores altamente exigentes. Já existem alguns modelos, por exemplo, que tentam eliminar a aberração cromática, usando matrizes de nanoestruturas de dióxido de titânio para focar melhor.

A utilização de estruturas emparelhadas e unidades de nanofios atuarão no controle dos índices de refração, minimizando atrasos dos feixes de luz de cada tipo de tonalidade identificada. Além disso, com uma dimensão um pouco maior, de cerca de 1 cm, muitas possibilidades se abrem, sobretudo em termos de realidade virtual e aumentada.

Quais são os benefícios da metalente?

Agora que você já sabe o que é uma metalente, como ela funciona e se ela é o futuro da fotografia, é bem provável que esteja pensando se o produto realmente vale a pena. Para acabar com qualquer dúvida ou questionamento, vamos explicar melhor os benefícios que ela pode proporcionar. Veja.

Dispositivos cada vez menores

Faça um exercício de reflexão: tente lembrar como foi o primeiro aparelho de celular que você teve na vida. É bem provável que ele fosse daqueles icônicos modelos “tijolões” ou, pelo menos, bem maior do que o seu smartphone atual, não é mesmo? Toda essa redução de tamanho trouxe muito mais praticidade, mesmo agregando novas tecnologias.

Pois é justamente isso que a metalente promete fazer. Existem versões desenvolvidas que parecem uma simples película, até mil vezes mais fina que um fio de cabelo, e com capacidade de funcionar similarmente a uma lente fotográfica. O peso também acaba sendo mais discreto, proporcionando cada vez mais conforto para os usuários.

Alta capacidade de resolução

O desafio de criar produtos cada vez menores não pode deixar de lado um fator muito importante, que é a qualidade do resultado. Afinal, você quer ter imagens bacanas e nítidas, mesmo sem a melhor iluminação para fotografia ou com condições pouco favoráveis. Com o passar do tempo, definitivamente, as metalentes podem oferecer isso.

A expectativa é a de que o material ajude a enfrentar um dos grandes desafios no desenvolvimento de novas soluções, que é aliar preço, capacidade e praticidade em um mesmo item. Outro ponto relente é que, como a superfície é plana, será mais fácil colocá-la dentro de um circuito integrado, simplificando a mecânica de qualquer equipamento.

Como você pôde ver, a metalente é uma tendência muito interessante que, em questão de tempo, deve começar a ganhar o mercado e ajudar na produção de equipamentos muito mais eficientes de fotografia!

Gostou de descobrir o que é metalente e como essa tendência influenciará no futuro da fotografia? Ficou com dúvidas ou quer deixar sua sugestão? Então, faça agora mesmo o seu comentário aqui no post!

Tags TAGS:

E aí, gostou? Conta pra gente!





relacionadas

Lamento, não encontramos nenhum post. Tente uma pesquisa diferente.

Saiba onde comprar

Saiba onde comprar

Scroll To Top